fbpx

A história do IMC

Você sabe quem criou o Índice de Massa Corporal ou IMC? Conheça um pouco sobre a história do IMC e quem o criou.

Quase todo mundo já ouviu falar do IMC, mas poucos sabem quem o criou. O criador do IMC, na verdade, nem sempre recebe os créditos que merece por sua descoberta. Vamos falar um pouco sobre esse cara.

Adolfhe Ketelet, o pai da Antropometria Científica

Com a revolução industrial na Inglaterra e outras mudanças políticas e econômicas, o corpo humano passou a ser visto como forma de produção.  Os estudos do belga Adolfhe Quetelet (1796-1874), considerado o pai da Antropometria Científica permitiram abandonar os padrões subjetivos adotados até então, substituindo-os por métodos estatísticos (1). Quetelet se tornou o primeiro a desenvolver tabelas de altura e peso para estudar suas relações e, um pioneiro na aplicação da análise matemática ao estudo do homem, tendo ele criado o Índice de Quetelet em 1832, que hoje conhecemos como Índice de Massa Corporal (IMC) (2).

Mais sobre História da Antropometria:
Antropometria na Antiguidade
Antropometria na Idade Média e Renascimento

Um século no esquecimento

Mas sua fórmula foi ignorada por mais de 100 anos. Após a Segunda Guerra Mundial, começou-se a observar a estreita relação entre peso corporal e mortalidade, principalmente por doenças do coração e diabetes. Uma epidemia de obesidade levou os cientistas a encontrar a fórmula de Quetelet nos anos 1960 e confirmarem sua validade, principalmente com os estudos da década posterior, quando a fórmula foi nomeada Índice de Massa Corporal (2). Desde então, o IMC vêm sendo usado no mundo todo, tendo sido adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para classificar baixo peso, sobrepeso e obesidade em adultos (3).

Como calcular o IMC?

Para saber seu IMC é muito simples. Basta você dividir seu peso (em quilogramas) pela sua altura (em metros) ao quadrado. Não entendeu? Tá aqui a fórmula:

IMC (kg / m2)

Qual é o seu IMC?

Classificação Internacional de baixo peso, sobrepeso e obesidade em adultos de acordo com o IMC

Fontes

1. PETROSKI, E. L. Antropometria: técnicas e padronizações. 3.ed. Rev e ampl. Blumenau: Nova Letra, 2007. 182p.

2. Garabed Eknoyan; Adolphe Quetelet (1796–1874)—the average man and indices of obesity, Nephrology Dialysis Transplantation, Volume 23, Issue 1, 1 January 2008, Pages 47 – 5.

3. WHO. BMI Classification. Disponível em: http://apps.who.int/bmi/index.jsp?introPage=intro_3.html

Gabriel Nappi

Gabriel Nappi

Licenciado e Bacharel em Educação Física pela PUCPR, foi bolsista do PROUNI durante a Licenciatura com muito orgulho. Ganhador do Prêmio Marcelino Champagnat, por ter o melhor rendimento acadêmico da turma de Educação Física de 2010. Especialista em Personal Training e Pilates. Professor de Musculação no Santa Mônica Clube de Campo. Apaixonado por ciência, música, natureza e um sorriso aí. Facebook: www.facebook.com/gabnappi Inastagram: @gabnappi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate